Encontre AQUI o recurso que lhe ajudará na construção de uma educação transformadora:

Encontre AQUI o recurso que lhe ajudará na construção de uma educação transformadora:

Encontre AQUI o recurso que lhe ajudará na construção de uma educação transformadora:

Encontre AQUI o recurso que lhe ajudará na construção de uma educação transformadora:

Publicado em:

Programa busca corrigir distorção idade-série dos Anos Finais do Ensino Fundamental

Mais de 4 mil estudantes serão beneficiados até 2022 com iniciativa pioneira do Governo do Estado

A Secretaria Estadual de Educação (Seduc) lançou nesta sexta-feira, 9 de agosto, o primeiro programa elaborado pelo Governo do Estado para corrigir a defasagem de idade-série dos estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental. Batizado como Aceleração RS - Anos Finais, o projeto piloto já iniciou em 18 municípios e quer atender, até 2022, mais de 4 mil alunos, a partir do monitoramento da presença e do nível da aprendizagem das turmas criadas para a correção de fluxo.

Conforme dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), em 2018, no Rio Grande do Sul, a taxa de reprovação do 6º ao 9ª ano do Ensino Fundamental era de 19,1%. Além disso, de acordo com informações do sistema ISE (Seduc), cerca de 65 mil alunos dos anos finais estão em distorção de idade-série de dois anos ou mais.

A diretora-adjunta do Departamento Pedagógico da Seduc, Nely Moreira, ressalta que o programa quer priorizar ainda o rendimento e aprendizagem. “É preciso resolver os gargalos desta etapa para que os nossos jovens cheguem ao Ensino Médio mais preparados. Se tiverem uma alfabetização em tempo correto e uma qualificação nos demais anos, nós teremos melhores resultados na educação do Estado”, afirma.

A coordenadora do programa, Leony Marques, explica que o projeto irá ocorrer por meio das formações continuadas de professores, do monitoramento das ações pedagógicas e dos planos de ações para intensificar o aprendizado nas disciplinas que os alunos têm maior dificuldade. “O objetivo é analisar a escola como um todo para não ocorram novas reprovações. Este programa não é um fim em si, mas o início para que não tenhamos mais estudantes fora da idade-série”, destaca.

Regiões contempladas
O lançamento do programa foi realizado durante formação continuada de professores. O encontro, que ocorreu entre os dias 8 e 9 de agosto, no Auditório Paulo Freire, foi uma das primeiras ações do programa Aceleração RS - Anos Finais. Participam escolas das Coordenadorias Regionais de Educação (CREs) de Porto Alegre, São Leopoldo, Passo Fundo, Santa Maria, Osório, Guaíba, Pelotas, Canoas e Gravataí.

Reportagem: Diego da Costa/SEDUCRS
Foto: Lucas Nogare